Acesse nossos Canais
[views count="1" print="0"]

Histórias de devoção marcam a primeira noite de novena ao Bom Jesus

“Eu já vim a pé, nós gastamos dez dias de viagem. Depois vim umas dez viagens de Pau de Arara (caminhão) e agora venho de ônibus."

Facebook
WhatsApp

A Igreja de Pedra e Luz, o Santuário que é considerado a sétima maravilha do Brasil e uma romaria que a cada ano atrai mais e mais pessoas. A força da fé, da esperança e dos milagres alcançados é o que move os romeiros que participam da festa do Bom Jesus da Lapa e fez com que a esplanada da Igreja ficasse repleta de fiéis na primeira noite de novenário, nesta sexta-feira (28).

São 332 anos de história, da chegada de Francisco, o artista que se tornou padre e ensinou aos peregrinos a devoção ao Bom Jesus Redentor. Ano após ano, esta história resiste às transformações sociais, porque continua a ser transmitida de geração para geração.

O movimento do Terço das Crianças, do Santuário, homenageou os romeiros com a participação na procissão de início do novenário, vestindo trajes, adereços e portando objetos que lembram os devotos.

“A gente tem um certo conhecimento dessas coisas lindas, os romeiros chegando, as mulheres vestidas de saia, de calça, os romeiros com aquela fé inabalável, de bicicleta, de carro,  a pé, de barco. Isso aí a gente teve o prazer de ver e de retratar por meio dessas crianças de nossa cidade, “ afirma Cristiana Soares, responsável pela caracterização.

Testemunhos de fé

A cada noite de novena, um bispo é convidado para conduzir a reflexão. Na abertura, Dom João Justino, arcebispo de Goiânia, refletiu sobre “ O Bom Jesus e os vocacionados do Pai.” Ele falou sobre o chamado à missão, que todo católico recebe no batismo. Em conversa com a equipe da TV Bom Jesus, disse também da alegria em visitar o lugar sagrado pela primeira vez. “

Há quantos anos ouço falar desse Santuário. Após 30 anos de vida sacerdotal, 11 anos de bispo, fui convidado para participar deste novenário. Sentimento de gratidão a Deus por estar aqui, a primeira impressão é muito impactante em ver como as mãos divinas prepararam este Santuário. Um lugar tão especial de romaria, junto à gratidão, tem a alegria de estar nesta Gruta”, afirmou.

whatsapp image 2023 07 28 at 22.19.01 1
Dom João Justino vem a Bom Jesus da Lapa pela primeira vez.

É uma alegria que não difere entre religiosos e leigos. Dona Adelina, de São Sebastião do Paraíso, já veio a Bom Jesus da Lapa cinco vezes. “Tinha problema na coluna, então venho todo ano agradecer. Eu já vim cinco vezes, mas fico cada vez mais encantada. A minha vida é sempre um milagre.”

whatsapp image 2023 07 28 at 22.30.30 1
Dona Adelina veio de Minas Gerais celebrar os 332 anos do Santuário.

O chapéu tradicional, os cabelos brancos e as marcas do tempo na face, o brilho nos olhos ao falar do Bom Jesus e a emoção ao fazer uma viagem no tempo, denunciam que a história de dona Nair de Souza com a Igreja de Pedra e Luz é antiga. Hoje com 83 anos, ela visitou o local pela primeira vez antes da maioridade. 

Uma entrega e desejo de peregrinar que a fez percorrer quase 400 km de Ibipeba – BA, até aqui, quando completou 18 anos. “ Eu já vim a pé, nós gastamos dez dias de viagem. Depois vim umas dez viagens de Pau de Arara (caminhão) e agora venho de ônibus. Minha filha não queria que eu viesse, mas o Bom Jesus me trouxe e Ele me leva,” conta. Cuidado do Bom Jesus é o que não falta na vida da romeira. “Eu já fiquei dois anos sem andar sozinha, tinham que me carregar pra todo lado. O Bom Jesus me levantou,” afirma.

whatsapp image 2023 07 28 at 22.30.17 2 1 1
Dona Nair, de chapéu branco, com os sobrinhos e as amigas.

E assim, a multidão de romeiros segue celebrando a maior romaria do Santuário e a devoção que os atrai a cada dia de preparativos para a grande festa. Uma prova viva de que a fé resiste ao tempo, e o amor ao Criador supera toda distância e dificuldade. Dona Nair, da Bahia. Adelina, de Minas Gerais. Dom João Justino. de Goiás. Gente de todo o Brasil, que se encontra para, juntos, formar a grande família do Senhor Bom Jesus da Lapa.

Neste domingo (29), o tema da segunda noite de novenário, será: “Bom Jesus e a responsabilidade fraterna” e terá Dom João Justino novamente como pregador.

plugins premium WordPress