[views count="1" print="0"]

Ex-Bispo de Bom Jesus da Lapa, Dom João Cardoso toma posse como Arcebispo de Natal

Facebook
WhatsApp

No último sábado (7), a acolhida em frente à Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Apresentação, o hasteamento das bandeiras da Arquidiocese, do Município e do Estado, assim como a entrega da chave da cidade e da bandeira do Estado pelas mãos do prefeito Álvaro Dias e do governador em exercício, Walter Alves, marcaram o início da posse canônica de Dom João Santos Cardoso, como novo Arcebispo de Natal.”Temos certeza que Dom João Santos Cardoso seguirá na mesma linha com o mesmo entusiasmo, a mesma devoção e o mesmo devotamento de Dom Jaime, em favor do povo desta cidade.” Afirmou o prefeito.

Na parte interna da Igreja, uma multidão acolheu a procissão de entrada para a Santa Missa Solene, com alegria, enquanto era lido o documento de nomeação de Dom João Cardoso, feita pelo papa Francisco, em 5 de julho de 2023.

385073756 711669907660242 4379640974673072211 n copia
Dom João ergue a imagem do Bom Jesus, ofertada pelos diocesanos de Bom Jesus da Lapa.

Além do povo natalense, 36 bispos, autoridades civis e militares, assim como familiares e leigos de Vitória da Conquista e Bom Jesus da Lapa, na Bahia, marcaram presença. De Bom Jesus da Lapa, uma caravana foi organizada pelo padre José Carlos, da paróquia de Santo Antônio em Paratinga, com mais de 40 pessoas. Entre elas, estavam mais três padres, nove religiosas e um religioso. O reitor do Santuário do Bom Jesus da Lapa, padre Roque Silva, e Dom João Batista, bispo de Barra-BA, também participaram da solenidade.

Em um dos momentos mais marcantes, o até então Administrador diocesano, Dom Jaime Rocha, e os dois outros arcebispos eméritos vivos Dom Heitor e Dom Matias, entregaram o báculo (cajado) ao novo arcebispo, que foi conduzido à Cátedra.

Natural de Dário Meira, na Bahia, Dom João Santos Cardoso tornou-se padre no ano de 1986 e bispo há quase doze anos em São Raimundo Nonato, no Piauí. Ele tomou posse em 12 de fevereiro de 2012, sendo nomeado para Bom Jesus da Lapa em 24 de junho de 2015, onde foi empossado em 25 de setembro de 2015. Agora como sétimo arcebispo de Natal, tem a missão de conduzir 114 paróquias e mais de 200 padres.

whatsapp image 2023 10 09 at 19.23.37
Ex-Bispo de Bom Jesus da Lapa, Dom João Cardoso toma posse como Arcebispo de Natal 1

No final da Santa Missa, o ex-bispo de Bom Jesus da Lapa foi homenageado pela caravana presente,  com a entrega das imagens de Nossa Senhora do Carmo e do Bom Jesus da Lapa.

Recepção ao novo Arcebispo

Um dia antes da posse, 6 de outubro, Dom João Cardoso participou de um momento cívico-cultural com autoridades, bispos, padres e religiosas, além de artistas locais e membros das caravanas de Bom Jesus da Lapa e Vitória da Conquista, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), às 19h.

whatsapp image 2023 10 09 at 19.35.17 1
Autoridades participaram do momento cívico-cultural.

No evento, o governador em exercício, prefeito municipal, representante da assembleia legislativa e representantes dos religiosos e leigos, além de Dom Jaime e Dom João Cardoso, fizeram o uso da palavra. Nas falas, os anfitriões trouxeram detalhes da história da cidade, do estado e da Arquidiocese ao novo arcebispo.

Além disso, artistas apresentaram canções que detalham a cultura e a história do povo potiguar, sob os aplausos dos presentes.

A Arquidiocese de Natal

Além de ter uma história marcada pelo protagonismo, como o início dos regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a criação da Campanha da Fraternidade, um dos acontecimentos mais marcantes da história da Igreja Católica no estado e no Brasil, foi o martírio dos Protomártires de Cunhaú e Uruaçu, no século XVII. 

“Na manhã do dia 16 de julho de 1645, fiéis estavam reunidos na igreja de Nossa Senhora das Candeias no Engenho Cunhaú, com seu vigário, o padre André de Soveral, quando foram atacados e martirizados. Outro grupo de fiéis que habitavam a cidade do Natal foi levado para a localidade de Uruaçu, às margens do rio Potengi, onde também foram martirizados. Neste segundo grupo foi martirizado, junto com o padre Ambrósio Francisco Ferro, que era Vigário do Natal, o leigo Mateus Moreira, que em sua agonia proclamou a fé bradando: “Louvado seja o Santíssimo Sacramento”. Afirma o historiador José Rodrigues, em publicação no site da Arquidiocese local. Os 30 mártires foram canonizados pelo Papa Francisco, no dia 15 de outubro de 2017.

Já a criação da diocese, aconteceu em 29 de dezembro de 1909, pelo Papa Pio X. Em 16 de fevereiro de 1952, ela foi elevada à Arquidiocese, sob o pastoreio de Dom Marcolino Moura, baiano, e o primeiro Arcebispo Metropolitano de Natal.

Dom Jaime Vieira Rocha, tomou posse no dia 26 de fevereiro de 2012, sendo o 6º Arcebispo Metropolitano de Natal e o responsável por passar o cajado a Dom João Santos Cardoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − três =

plugins premium WordPress