[views count="1" print="0"]

Conheça a história do presépio de Natal, criado há 800 anos

Facebook
WhatsApp

O primeiro presépio conhecido na história foi criado há 800 anos, no século XIII, na cidade de Greccio, na Itália. O autor,  São Francisco de Assis, teve a intenção de evangelizar o povo com elementos presentes nas passagens bíblicas que narram o nascimento do Bom Jesus. Ele se utilizou da presença dos animais, para lembrar a humildade que o Bom Jesus ensina, segundo relatou  o primeiro biógrafo do Santo, Tomás Celano. 

Segundo Celano, na obra ‘Prima Vita’, apesar de São Francisco viver em Assis, o motivo da escolha de montar o presépio em Greccio, a 70 km, está baseado em uma viagem à Terra Santa. Lá, Francisco achou semelhanças entre os locais e teve a inspiração.

No Brasil,  a vinda do Salvador foi recriada pela primeira vez, no ano de 1552, sob iniciativa do padre José de Anchieta e apresentada aos colonos portugueses e aos índios.

Desde o início, diversas famílias católicas deram continuidade à tradição, que se mostra como uma maneira de lembrar a proximidade do Natal e da importância de preparar o coração para a vinda do Bom Jesus.

Já no Santuário do Bom Jesus da Lapa, a Gruta de Belém foi escavada pela primeira vez no ano de 1965 e possui esculturas da sagrada família, dos reis magos, pastores e animais, em tamanho real.

Além disso, na Esplanada também é montado um presépio que pode ser visitado pelos romeiros e lapenses sempre do início da novena de Natal até o dia da Epifania do Senhor, seis de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + seis =

plugins premium WordPress