Conheça a história de Nossa Senhora da Soledade: A Co-Padroeira do Santuário de Bom Jesus da Lapa

A devoção no Santuário da Lapa começou em 1691, através da imagem da Santa trazida pelo Português Francisco de Mendonça Mar, o fundador da Igreja de Pedra e Luz, juntamente com um crucifixo do Bom Jesus Redentor. Francisco, que ao ser ordenado sacerdote se tornou padre Francisco da Soledade, era natural de Lisboa- Portugal, daí se explica sua devoção a este título Mariano.

Facebook
WhatsApp
santuario do bom jesus da lapa nossa senhora da soledade

A devoção à Nossa Senhora da Soledade tem origem nos primórdios do cristianismo, quando os primeiros cristãos representavam o sofrimento de Maria olhando para o céu ou para a Cruz com os olhos cheios de lágrimas. Em algumas imagens ela segurava o Santo Sudário do Bom Jesus, como é o caso da  que foi trazida para o Santuário da Lapa.

A palavra Soledade deriva do latim e significa solidão, saudade e tristeza. Segunda a história, a devoção foi propagada durante os séculos XVII e XVIII com grande força na Península Ibérica, especialmente na freguesia de Arrentela, em Portugal.

Uma das histórias de milagre da Soledade aconteceu em Lisboa. Conta-se que um terremoto levou a cidade quase totalmente à ruína, em 1755. Foi então que os moradores de Arrentela foram a Igreja buscar a imagem da Santa e ao chegarem à beira do rio, por meio de um movimento na mão, Nossa Senhora da Soledade fez as águas baixarem lentamente.

A devoção no Santuário da Lapa começou em 1691, através da imagem da Santa trazida pelo Português Francisco de Mendonça Mar, o fundador da Igreja de Pedra e Luz, juntamente com um crucifixo do Bom Jesus Redentor. Francisco, que ao ser ordenado sacerdote se tornou padre Francisco da Soledade, era natural de Lisboa- Portugal, daí se explica sua devoção a este título Mariano.

santuario da lapa romaria de nossa senhora da soledade 2022
Setembro é dedicado à Nossa Senhora da Soledade no Santuário do Bom Jesus da Lapa

Desde o início das romarias, a veneração à Soledade sempre foi muito forte. Tanto que a sua festividade reúne milhares de fiéis, ficando atrás apenas da Romaria do Bom Jesus. No entanto, houve um período em que ela ficou esquecida.

Em 1903, após um grave incêndio no Santuário, a imagem de Nossa Senhora da Soledade ficou totalmente destruída e diferente do Bom Jesus, não foi restaurada naquele momento. Assim, apenas 49 anos depois, o Monsenhor Turíbio Vilanova, padre capelão do Santuário à época, mandou fazer outra imagem, retomando a característica Cristológica e Mariológica da Gruta.

Portanto, em 15 de setembro de 2022, o Santuário celebra 70 anos de retorno desta festividade e louvor à Nossa Senhora.

Oração à Nossa Senhora da Soledade

Ó Virgem, Mãe da Soledade!

Eis-nos aqui, contemplando a Vossa solidão.

E o manto de luto, que lembra o Filho que perdestes.

Já do alto da cruz, este Filho Jesus nos confiou a Vós, o Vosso coração.

Traspassado de dor, ferido pelos nossos pecados, abre – se para nós, porque nos amais como filhos e filhas. Nos quereis bem como mãe.

As Vossas mãos se estendem para nós oferecendo a esperança aos que sofrem com Jesus, Aceitando nossos corações contritos, nossas promessas e nossos pedidos.

Recomendamos-vos, portanto, neste vale de lágrimas, nossos padecimentos e na nossa solidão.

Conduza-nos seguros por tribulações e por trevas à glória da cruz; para a vitória da Ressurreição; e para a alegria dos filhos de Deus. Amém.

(Faça seu pedido)

Reze um Pai-Nosso e uma Ave Maria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze − 10 =