[views count="1" print="0"]

Saiba como foi a celebração dos 59 anos da festa do Bom Jesus dos Navegantes em Bom Jesus da Lapa

Otacílio, membro da Marinha do Brasil aposentado, trouxe o festejo para a cidade quando a diocese de Bom Jesus da Lapa tinha apenas três anos de fundação. Aos 96 anos, ele fez memória da primeira festa do Bom Jesus dos Navegantes, ainda em um espaço improvisado com lonas, no dia 16 de janeiro de 1965.

Facebook
WhatsApp
chegada do andor da procissão fluvial

O segundo final de semana do mês de janeiro, em Bom Jesus da Lapa, tradicionalmente é marcado pelas comemorações do padroeiro do bairro Nova Brasília, o Bom Jesus dos Navegantes, o protetor dos marinheiros e pescadores. A festa acontece há 59 anos e, neste ano, teve como novidade o retorno do Santuário do Bom Jesus na condução das celebrações.

Após o tríduo preparatório, entre os dias 13 e 15, neste domingo (14), aconteceu a programação festiva. Logo cedo, às 5h, aconteceu a alvorada e em seguida um café da manhã comunitário. Depois, às 9h, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF) realizou um peixamento, com a inserção de milhares de alevinos no rio. 

Pescadores realizam o peixamento junto à Codevasf.

Na parte da tarde, às 16h30, aconteceu a procissão com o andor até às margens do rio, acompanhado pelo cortejo de moradores e romeiros, e animado pela Filarmônica Euterpe Lapense e membros das Marujadas da Chegança e das Salinas. 

Desde o início o andor é conduzido pela embarcação Rainha do Porto, com dezenas de fiéis que acompanham a procissão fluvial. Neste ano, ela durou cerca de 1h e aqueles que não puderam acompanhá-la, aguardaram  o retorno para seguir a procissão terrestre pelas ruas próximas a capela do bairro.

“Toda vez que eu vinha aqui, eu comprava sempre o DVD, e quando chegava em casa eu assistia e achava muito lindo e numa coincidência nós chegarmos aqui e estar tendo a festa, achei muito bonita.” Contou a romeira Antônia Pereira, de Nazaré-BA.  

whatsapp image 2024 01 15 at 13.49.58 2

Enquanto Antônia e uma multidão acompanhava a procissão pelas ruas, outras pessoas já aguardavam na capela para o momento mais importante do dia. Entre eles, estava o senhor Otacílio, membro da Marinha do Brasil aposentado, que trouxe o festejo para a cidade quando a diocese de Bom Jesus da Lapa tinha apenas três anos de fundação. Aos 96 anos, ele fez memória da primeira festa do Bom Jesus dos Navegantes, ainda em um espaço improvisado com lonas, no dia 16 de janeiro de 1965. “Estou com muita alegria, porque hoje está completando 59 anos que eu com meu irmão de fé, Nicolau Soares, fundamos esta festa. Deus levou ele, eu fiquei e tô até hoje, com 96 anos e meio, e é uma satisfação estar vivo assistindo. Eu assistia em Juazeiro, na Bahia, onde eu morava. Eu era contramestre da Marinha e Nicolau era prático, quando chegamos aqui, e ainda não tinha. Nós então conversamos com a igreja e a comunidade e começamos.” Relembrou.

whatsapp image 2024 01 15 at 13.25.04 1
Aos 96 anos, Sr. Otácilio lembra início da festividade.

A Missa Festiva foi presidida pelo reitor do Santuário do Bom Jesus da Lapa, padre Roque Silva. Em entrevista à TV Bom Jesus, ele falou sobre a importância do Santuário voltar a organizar a festividade após oito anos sendo celebrada pela paróquia Nossa Senhora das Graças. “É a festa que abre o ciclo festivo em Bom Jesus da Lapa, o mês de janeiro já começa abençoado. E neste ano a participação do Santuário foi no melhoramento da igreja, contribuindo para que a festa pudesse cumprir o sentido de motivar, animar e compromissar a fé das pessoas.”

whatsapp image 2024 01 15 at 13.49.58

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + seis =

plugins premium WordPress