[views count="1" print="0"]

Conheça o Beato Gaspar, Missionário Redentorista recordado nesta terça-feira

Facebook
WhatsApp
Foto: Reprodução/ A12

O dia 26 de setembro é especial para a Congregação do Santíssimo Redentor, pois recorda a memória do Beato Gaspar Stanggassinger.

Padre Gaspar morreu jovem, com apenas 28 anos, quatro anos depois de ter sido ordenado. Deixou um testemunho que vale a pena conhecer. 

De índole bondosa, era como um espelho do grande amor de Deus. Ele disse certa vez: “o que é importante para mim, que não sou um santo, são simplesmente as verdades eternas: A Encarnação, a Redenção e a Santíssima Eucaristia”.  

Nasceu em uma família numerosa; o segundo de 12 irmãos. Na infância, brincava de ser padre, pregando sermões para seus irmãos e fazendo procissões até uma capela perto de sua casa. Entrou no seminário aos 10 anos de idade e lá viveu uma vida abnegada, de oração e serviço aos irmãos. 

Beato Gaspar Stanggassinger era alegre, serviçal, educado, animado e trabalhador. Excelente professor, amigo e compreensivo com os alunos que enfrentavam problemas. 

Profundamente devoto da Eucaristia, convidava em suas pregações o povo e, em especial a juventude, a recorrerem ao Santíssimo Sacramento nos momentos de necessidade ou de dúvida. Animava-os a irem até o Cristo para o adorar e falar com Ele como a um amigo.

Sua vida é um estímulo e um exemplo, especialmente para todos os que trabalham na Pastoral da Juventude e na Pastoral Vocacional

Ele faleceu no dia 26 de setembro de 1899. Os seus restos mortais repousam no Santuário de Gars, na Alemanha, país onde ele nasceu. Ele foi proclamado beato pelo Papa João Paulo II, no dia 24 de abril de 1988. 

Fonte: A12

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =

plugins premium WordPress