A três dias da Festa da Soledade, romeiros chegam a Bom Jesus da Lapa para pagar promessa

A programação começou logo cedo, às 5h30, com o Ofício da Imaculada. Ao longo do dia, muita gente pagou promessa ao entrar de joelhos na Gruta para agradecer. Esta é uma das inúmeras demonstrações de agradecimento e devoção de quem confia em Nossa Senhora e no Bom Jesus.

Facebook
WhatsApp
photo3 (1)

Nesta segunda-feira (12), o Santuário do Bom Jesus da Lapa celebrou mais um dia de preparação para a Festa de Nossa Senhora da Soledade 2022. No decorrer do dia, muita gente chegou para viver os últimos momentos de Romaria e participar da procissão e encerramento.

A programação começou logo cedo, às 5h30, com o Ofício da Imaculada. Ao longo do dia, muita gente pagou promessa ao entrar de joelhos na Gruta para agradecer. Esta é uma das inúmeras demonstrações de agradecimento e devoção de quem confia em Nossa Senhora e no Bom Jesus.

William Machado é um deles. Ele chegou em Bom Jesus da Lapa nesta Segunda trazendo consigo 40 pessoas, como parte de uma promessa em um dos momentos mais difíceis de sua vida. Natural de Vitória da Conquista- BA, o jovem explica o porquê da promessa. “Já tem 20 anos que eu venho ao Santuário. Na última romaria, antes da pandemia, eu fiz uma promessa porque estava passando por dificuldades na faculdade. Hoje eu sou Engenheiro Civil e consegui vencer todas as etapas, por isso estou aqui para agradecer trazendo as pessoas para cá, e entrando de joelhos na Gruta”.

santuario lapa romeiro paga promessa em bom jesus da lapa
William é Engenheiro Civil e fez promessa ao Bom Jesus e Nossa Senhora da Soledade

Já na parte da tarde, aconteceu mais uma reunião com os Coordenadores de Romaria. Este é um dos momentos mais importantes das romarias, já que é nele que o Santuário escuta dos visitantes seus relatos da viagem e da experiência no espaço sagrado.

santuario lapa coordenadores de romaria participam de reunião com equipe do santuário
Coordenadores de Romaria participam de reunião com equipe do Santuário.

Às 19h, aconteceu a contemplação da quinta dor de Nossa Senhora e quinto dia de Setenário. O padre Lázaro Muniz, da Arquidiocese de São Salvador, trouxe a reflexão da passagem bíblica de São João que relata o momento em que a Mãe contempla o Filho crucificado e tem o coração transpassado de dor.

photo2 1 1
Padre Lázaro Muniz pregou na quinta noite de Setenário

Em sua fala, ele ressalta o exemplo que a Virgem Santíssima nos dá ao ficar de pé diante da Cruz: “Maria é um grande modelo de alguém que pode diante de tanta realidade dolorosa, estar de pé. É preciso que diante da dor estejamos de pé. A paixão de Jesus para nós é vitória, não é derrota. E se é vitória, Maria nos ensina a confiar no seu Filho, que mesmo morto, vai ressuscitar” Finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito − 12 =