TSE firma acordo para combater a desinformação e a violência política

Assinaram acordo Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube e Kwai. Plataformas se comprometeram a identificar 'fake news' e a remover conteúdo que viole regras.

Facebook
WhatsApp
Santuário do Bom Jesus da Lapa - 03

O Tribunal Superior Eleitoral formalizou, nesta terça-feira, um acordo de cooperação com o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE). O objetivo da parceria é fortalecer o combate à desinformação eleitoral e à violência política, além da fiscalização das candidaturas de todo o país em relação aos critérios estabelecidos pela Lei da Ficha Limpa e pela Lei contra a Compra de Votos.

A cerimônia foi realizada na tarde desta terça-feira, na sede do TSE em Brasília. Mesmo antes da assinatura desse acordo, o MCCE já cooperava com a Justiça Eleitoral como entidade fiscalizadora, compondo o Observatório de Transparência das Eleições.

Além disso, a organização também atua no recebimento de denúncias de ilegalidades no processo eleitoral, encaminhando essas denúncias ao Ministério Público. Quem explica é o diretor do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, Luciano Caparroz Santos.

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral é uma das oito entidades que estão aptas a participar das Eleições 2022 com missões nacionais de observação eleitoral.

Essas missões estão sendo realizadas pela primeira vez no Brasil e fazem parte das recomendações da OEA, Organização dos Estados Americanos, para a Justiça Eleitoral brasileira.

Via Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × três =

plugins premium WordPress